Logo Amiste Café

Tudo o que você precisa saber sobre moagem de café

Preparar um café de qualidade requer domínio de todas as etapas do preparo do café, e uma delas é a moagem. Basicamente, a moagem consiste em transformar os grãos em pó, definindo sua granulometria, que pode ser fina, média ou grossa.

Saber escolher a moagem ideal para o seu método de preparo favorito pode fazer toda a diferença na sua experiência de sabor. Imagine ressaltar cada característica potencial do café escolhido, seja para um café espresso, prensa francesa, V60 ou outros métodos. É tudo uma questão de equilíbrio.

Você pode se perguntar, “por que comprar um café em grãos? Não é mais prático comprar um café moído?”. Tecnicamente, quando o café está em grão, você consegue preservar por mais tempo o frescor da torra. Afinal, a oxidação é o que faz o café deteriorar e perder sabor. Enquanto está em grão, o café é como uma cápsula protetora das propriedades sensoriais. Quando é moído, o café é exposto ao oxigênio, o que pode fazer o sabor se perder com mais facilidade.

Agora, vamos explicar como identificar cada tipo de moagem e para qual método ela é recomendada:

Fina: Com uma textura semelhante à da farinha de trigo, mais lisa e homogênea  . Os grãos moídos finamente resistem à passagem da água, prolongando a extração e intensificando o aroma. No entanto, na extração do espresso, em que a pressão é alta, essa moagem é a recomendada para que se consiga extrair suas propriedades em um curto tempo.

Média: Semelhante à areia grossa ou açúcar cristal, a moagem média apresenta partículas ásperas e irregulares. É perfeita para fazer filtrado, sendo ideal para métodos de preparo como V60, Chemex, The Wave, cafeteira italiana e muitos outros métodos, vale lembrar que é a moagem mais versátil com pequenas variações, como a moagem média fina ou a média grossa.

Grossa: Com um aspecto parecido com quirela ou canjica de milho, a moagem grossa apresenta  partículas distintas e facilmente visíveis a olho nu, ao contrário da moagem fina. É geralmente usada para cafés com um tempo de extração maior, como o caso do ColdBrew, uma extração a frio por 24 a 48 horas de infusão, e/ou com filtros de metal ou outros materiais que não seguram o pó mais fino, como o caso da  prensa francesa e Pour Over.

Agora que você já sabe detalhes da moagem de café, é hora de escolher o moedor ideal! Confira nosso texto sobre o assunto.

Facebook
Twitter
WhatsApp
Email